:: Sopro de Vida :: Reproduzindo a imagem do mestre
 


Quem Levara a Arca

Bom dia galera que acompanha o blog Sopro de Vida...

Agradeço muito a presença de vocês por aqui, prestigiando o blog e as suas postagens.

Pois bem, hoje vos trago uma boa notícia! A partir de hoje vocês poderão acompanhar as minhas postagens, em um novo e mais moderno ambiente. A mais ou menos 1 ano estou com um novo blog, o Quem Levara a Arca, blog da plataforma Blogger. Segue link abaixo:

http://quemlevaraarca.blogspot.com

Gostaria muito de poder contar com a presença de todos vocês lá também. E agradecer ao carinho dado ao SV em todo esse tempo, que foi muito abençoado. Espero vocês lá hein!! rsrs! Abraços a todos.

Danilo Dias.

 



 Escrito por Adorador às 11h14
[] [envie esta mensagem] []




VEJA COMO SOMOS DOMINADOS POR UM SISTEMA 'SEM FACE'



 Escrito por Adorador às 16h11
[] [envie esta mensagem] []




11 de SETEMBRO - MEGA RITUAL - ASSISTA

Graça e paz amados!!

Continuo postando vídeos sobre a série 'A CHEGADA' que esta disponível no You tube.

Esta série fala sobre a chegada do fim, e o que esta acontecendo no mundo que se prepara para receber o anticristo.

Este vídeo fala sobre o mega ritual a satanás do 11 de Setembro de 2001 nos EUA, veja você mesmo.

 

Alerte amigos, vizinhos e parentes, prepare-se Jesus esta voltando.

Na presença do Rei,

Danilo Dias.



 Escrito por Adorador às 10h02
[] [envie esta mensagem] []




O ANTICRISTO - PRINCÍPE WILLIAN? O MISTÉRIO POR TRÁS DE 2012

Olá mundo!!!!!

Graça e paz a todos!!

Estes dias estive estudando vídeos que me deixaram fascinados por conhecimento sobre os acontecimentos que tem mechido com o planeta, sobre religiões e seitas, e a ascenção do anticristo no cenário mundial, ou seja, sobre a VOLTA DE CRISTO.

Assista bem este vídeo, não deixe de o ver por completo, fala um pouco sobre estes assuntos. Interessará muito a você.

 

Você encontrará um série completa sobre a NOVA ERA, MAÇONARIA, O VALE DO AMANHECER, ENTRE OUTROS NA SÉRIE 'SPIRIT TV ONLINE NO YOU TUBE.

Deus nos abençoe com a sua presença,

Em Cristo Danilo Dias.



 Escrito por Adorador às 19h44
[] [envie esta mensagem] []




ADOLESCENTES

ADOLESCENTES

NÃO É FÁCIL SER PAI... TAMPOUCO ADOLESCENTE!

Bárbara Jurgensen

“Às vezes teus pais não te compreendem ou não querem colocar-se em seu lugar. Você tentou colocar-se no lugar deles?”


PAIS! UFA!!

Os pais se comportam, às vezes, de formas muito estranhas. Quando você é pequeno, sempre andavam atrás de você dizendo para lavar as mãos e se pentear. Agora, se vêem você diante do espelho, riem e falam que é um convencido. Não há quem os entenda!
Em determinado momento estão furiosos porque dizem que é demasiado independente; no minuto seguinte se queixam alegando que sempre está “grudado” a eles e que não é suficientemente independente.
Te ridicularizam diante de teus amigos, não respeitam sua vida privada; enfim, somente parecem desfrutar amargurando a sua existência e fazendo-lhe a vida muito mais difícil do que já é.
E, é a isto que se chama de “ser pais”?
Não se dão conta de que os adolescentes também tem seus próprios sentimentos?
Sim, é claro que se dão conta. Mas estão rodeados de tantos problemas, e preocupados por tantas dificuldades, que a grande realidade de que você é um ser humano, com direito a pensar, a sentir e a viver por você mesmo, às vezes parece ficar relegado a um segundo plano.
O certo é que quando os filhos se convertem em adolescentes, os pais enfrentam uma situação completamente nova, que a maioria das vezes é surpreendente e inesperada: seus filhos queridos, bons e obedientes, se convertem em um momento para outro em adolescentes voluntariosos e difíceis de governar.
Da noite para o dia se vêem com toda sorte de novas situações: seus filhos saem com garotas (ou vice-versa), assistem a excursões de vários dias, praticam esportes perigosos, começam a trabalhar...
É verdade que também eles passaram por tudo isto, mas com uma diferença: não como pais, senão como adolescentes. Naquela ocasião os pais eram outros, que lutavam e reprimiam, e era eles quem tocava exigir. Mas agora, tem passado a ocupar o lugar de pais, e se sentem responsáveis por você, e na obrigação de ajudá-lo em toda classe de dificuldades e problemas, a maioria dos quais são totalmente novos para você. Deve compreender que para eles, somente o fato de viver com você, com seus costumes, sua música e sua forma de se vestir, já lhes é difícil, quando não frustrante. Não tem que ficar espantado, pois se algumas vezes se mostrarem inquietos e preocupados.
Possivelmente passaram a ocupar sua posição de pais sem estarem tão bem preparados como deveriam. Muitos pais arrastam consigo um lastro de problemas de sua própria infância e juventude; problemas que às vezes se remontam a várias gerações atrás, dentro da tradição da família. Têm todo tipo de temores. Estão inseguros de suas próprias idéias e valores, e possivelmente ainda não tem realizado um projeto de vida que os satisfaça totalmente.
Por outra parte, seu crescimento e desenvolvimento tem criado neles um sentimento mais vivo de dor que produz na vida a perda dessas coisas que se querem.
Para alguns pais, ao dar-se conta de que seus filhos estão crescendo também os faz perceberem de que estão envelhecendo, de que a vida passa com rapidez; tem que enfrentar a triste realidade de que os anos passam velozmente e ainda não tem alcançado os objetivos que se haviam proposto na vida, e que possivelmente já não poderão alcançar.
Esse sentimento de frustração pode conduzir os pais a uma ambição muito comum: tratar de conseguir por seu intermédio tudo o que para eles foram sonhos impossíveis. E isto pode chegar a ser uma verdadeira fonte de problemas.
Outra das razões que motiva muitas vezes a intranqüilidade e o desassossego de seus pais são os comentários da imprensa sensacionalista. Em revistas e periódicos lêem continuamente artigos nos quais se afirma que os pais são responsáveis de todos os problemas da juventude; que os pais são os culpados da degeneração social; que para ser bons pais tem a obrigação de lutar até o fim. E isto os assusta. Nos dias de seus avós, se João era um mal filho, e se comportava como tal, a culpa era do próprio João, de ninguém mais. Em nossos dias, os seus pais são acusados por não haverem sabido tratá-lo, educá-lo e encaminhá-lo corretamente.
Assim pois, deve enfrentar a realidade: ainda que seja um filho modelo, um adolescente perfeito, seus pais continuarão vendo problemas em você, enfrentando-o quase todo o tempo. Não importa o que terá de fazer para agradá-los, não importa o muito que se esforce em tratar de ser um paradigma de adolescente, seus pais seguirão pensando que seus anos de adolescência são os mais difíceis que eles tem tido que enfrentar.

ADOLESCENTES! AI!

Assim vê você a seus pais. Agora vejamos como eles vêem você. Os anos da adolescência não são fáceis. Pode ser que ultimamente tenha crescido tanto que você já quase não se reconhece. Ou quiçá, seja ao revés, e seu crescimento é tão lento comparado com o de seus amigos, que te faz sentir um pouco criança quando está com eles. Possivelmente, o desenvolvimento físico tenha feito você engordar muito e tenhas pernas e braços gordos. Às vezes você se pergunta como te vêem os demais, e se preocupa pensando se realmente chegará a ser o tipo de homem ou mulher que gostaria.
Pouco a pouco, irá se sentindo mais filosófico e pensador. Terá dado conta do que significa ser um mesmo, separado do grupo que formam os demais. Ultimamente tem começado a perguntar-se quem você é, que é a vida e para que está nela.
E o mal é que enfrenta estes problemas em um mundo que a maior parte das vezes se lhe apresenta pouco amistoso, bastante hostil. Certamente a adolescência pode chegar a ser uma época de verdadeira angústia. E a medida que a maturidade se aproxima, a angústia aumenta. Te preocupa a possibilidade de tomar decisões equivocadas - a carreira, o matrimônio, o trabalho, etc. Duvida de sua capacidade para enfrentar todas as responsabilidades de um adulto maduro e responsável.
Por isto quer que te compreendam, que reconheçam seu valor, que se dêem conta de que é uma pessoa capaz de assumir responsabilidades. Mas os que te rodeiam não parecem muito dispostos a ajudá-lo.
Se tem treze anos, teus pais queixam-se de que é muito sensível, de que não se pode dizer-lhe nenhuma palavra sem que você se inflame como pólvora. Por outra parte, alegam que é pouco comunicativo, que não lhes conta nada e que sempre responde com monossílabos às suas perguntas. Possivelmente, você também se dá conta de que não é como os demais, todo amável e simpático como deveria ser, mas tem tantas coisas em que pensar que não lhe sobra tempo para suportar as “tontices” da família.
Se tem catorze, possivelmente já terá resolvido parte dos problemas que te preocupavam aos treze. Sua atitude frente a seus pais é mais serena, e também eles parecem compreendê-lo melhor; se esforçam em ajudá-lo mais e te criticam menos.
Aos quinze anos o problema se agrava outra vez. Teus pais se queixam de que quase não lhes dirige a palavra, de que você guarda tudo, de que se comporta como um mal educado e se veste de forma desalinhada. A verdade é que começas a sentir-se bastante independente. É certo que tens muitas coisas sobre as quais gostaria de dialogar, mas não com seus pais! Você começou a descobrir uma montanha de problemas da idade adulta que pouco a pouco estão aparecendo, e ao mesmo tempo se dá conta de suas próprias limitações para superá-los. Com a esperança de compreender melhor a você mesmo e aos que te rodeiam se tornou um pouco psicológico. Não desanimes; a maioria dos problemas que agora enfrenta desaparecerão no próximo ano.
Aos dezesseis as coisas mudam, você perceberá que a vida não é tão difícil como pensava. Terá aprendido a controlar melhor suas próprias emoções, e vai se sentir mais sociável e amistoso e tentará compreender o ponto de vista dos demais. Sentirá mais confiança em si mesmo, e isto fará ser possível opinar com melhor critérios os outros.
Terá alcançado a primeira fase da maturidade, e pode ser que isto faça que com que seus pais, ao perceberem que já não é tão criança, abram um pouco as mãos, o que motivará maior compreensão. Quando lhe expor um problema, pode confiar em que o tratarão como a um adulto. Pouco a pouco compreenderá que as restrições e proibições que lhe haviam imposto, em certo sentido eram necessárias, e você se sentirá agradecido pela maior margem de liberdade que lhe concedem. Ainda que seja difícil aceitar as proibições que todavia te impõem, pouco a pouco dará conta de que seus pais, no fundo, são bastante razoáveis, e de que se pode dialogar com eles. Trate de aceitar a distância que o separa deles. Não se arrependerá.
Talvez se sinta tentado a pensar que é demasiado difícil ser adolescente. Tem razão. Mas lembre-se que não é fácil ser pais de um adolescente.



 Escrito por Adorador às 14h48
[] [envie esta mensagem] []




DESMACARANDO O CARNAVAL

Carnaval, o festival da carne


 

       A história do carnaval está infestada de coisas que dão juz ao seu nome. Pois onde há grande concentração da manifestação clara e total da liberalidade humana em fazer tudo o ‘que dê na telha’ há grande incidência de fatalidades e de ações descontroladas que são consequência
do ser falho e irresponsável chamado homem. E quando liberamos a vontade da carne para agir como quiser, ocorrem ações desenfreadas que levam a pessoa a situações constrangedoras e vergonhosas, como: embriagar-se, a prostituir-se(a pessoa faz coisas que em seu estado natural nunca faria), experimenta as drogas desde o cigarro até a cocaína, crack, êxtase, merla, e outras pestes da atualidade, como o HIV (AIDS). E tudo isso porque esta sobre o ‘estado de fazer tudo o que quiser’, sem proibições.
              Isso só acontece com que dá lugar a vontade da carne, do ‘eu’, só se esbagaça, só se envergonha, só estraga o seu corpo – ISSO É CARNAVAL – A festa dos loucos para soltar a franga e fazer as maiores burradas de suas vidas, que na maioria das vezes são irreversíveis!
       A festa da carne tem como principal enredo: a promiscuidade. Além de ter como alegorias: a concupiscência da carne, a libertinagem, a irresponsabilidade, bebedeira, intrigas, traições, descontrole de ações violentas, e mortes, estas por sua vez, provocadas de diversas maneiras, todas, porém, de uma única origem chamada pela bíblia de ‘salário do pecado’.
       Além de tudo isto o carnaval, por ser o que é realmente, é o cartão-postal do Brasil no exterior! A nossa nação tem ‘cara de bunda pelada’ lá fora. Somos conhecidos como “povo alegre” porque festejamos com total entusiasmo aquilo que nos ridiculariza de diversas formas como disse antes neste texto, e festejamos aos desejos presos durante todo o ano e soltos durante o carnaval, é o chamado “extravaza, libera e joga tudo pro ar” que felicidade hein? Que ridículo.
      O apostolo Paulo disse em Romanos 6.16 (vers.) A quem você tem servido? Tens sido escravo de quem? Da obediência ou do pecado? Gálatas 5.19-22.
"Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.

      Deus esta totalmente insatisfeito com os atos de nossa nação, que insiste em despreza-lo e dar lugar ao pecado. E por isso Deus esta descendo o seu juízo sobre a nação brasileira por causa do carnaval e de sua idolatria ao deus chamado ‘eu’ o ego, a minha vontade. Dois episódios nos mostram isso. O incêndio ocorrido na cidade do samba no Rio de Janeiro, onde ficavam guardadas alegorias, roupas, e os carros das escolas de samba que desfilam no sambódromo, e a morte de dezenas de jovens em Minas Gerais que estavam ao redor de um trio elétrico pulando carnaval.
        Deus não tolera o pecado. Deus ama o pecador, tolera algumas ações erradas da pessoa, Ele a mostra o caminho, e deixa decidir, mas quando a decisão é tomada para longe de Deus, Ele deixa a pessoa viver as consequências. E as consequências não são penalidades de Deus, são ações do diabo e de seus demônios. É a resposta daquele a quem você escolheu servir! Destruir-te.(neste caso o diabo. João 10.10) E Como a pessoa nesta situação se encontra longe sofre as consequências. Mas quando você escolhe servir e amar a Deus ele te liberta de todos os teus vícios, e malefícios que estavam sobre a tua vida! Deus quebra as maldições e faz de você uma pessoa abençoada. Ele te dar vida em abundância, vida aos pés da cruz.
         O mundo não oferece nada de bom a ninguém. Você já deve ter ouvido isso! Por isso abandone o mundo, antes que o mundo te delete! Diga não a quem só quer te usar e te humilhar, diga não ao carnaval, que apresenta mulheres esculturais que são usadas no carnaval, mas que não seguram um marido! Pessoas infelizes, vazias de si mesmo, que nada podem dar a ninguém! Pense nisso! E vista a camisa da fé! Muda a tua direção e deixa Cristo governar a tua vida! Jesus te ama e eu também!



 Escrito por Adorador às 13h31
[] [envie esta mensagem] []




CONSAGRAÇÃO A DEUS

SOPRE A VIDA!! DIVULGUE O BLOG QUE EDIFICA VIDAS DE MANEIRA RADICAL!!

Em silêncio te admiro, com palavras te adoro, com o meu ser te oferto o que sou Jesus! Minha definição de consagração diária!

CONSAGRAÇÃO by http://fabiobolzan.com

Por definição, consagração significa separar-se, dedicar-se, santificar-se para Deus. Deus nos chama à consagração, Ele está buscando homens e mulheres que se consagrem à Ele para que Ele possa usar.


Ao olharmos para a Palavra de Deus, encontramos Samuel, um exemplo maravilhoso de consagração , servindo ao Senhor desde a juventude: 


( 1 Samuel 1:9-11 )

9 Certa vez quando terminou de comer e beber em Siló, estando o sacerdote Eli sentado numa cadeira junto à entrada do santuário do SENHOR, Ana se levantou 10 e, com a alma amargurada, chorou muito e orou ao SENHOR. 11 E fez um voto, dizendo: “Ó SENHOR dos Exércitos, se tu deres atenção à humilhação de tua serva, te lembrares de mim e não te esqueceres de tua serva, mas lhe deres um filho, então eu o dedicarei ao SENHOR por todos os dias de sua vida, e o seu cabelo e a sua barba nunca serão cortados”.


Ana não podia ter filhos, e por conta disso fez um voto ao Senhor. Se ela pudesse gerar um filho, o consagraria a Deus por todos os dias da sua vida. Começando pelo exemplo de Samuel, e indo até Jesus o maior exemplo de consagração, gostaria de compartilhar alguns princípios:


Quando Você se Consagra, É Para Toda a Vida.


Ana foi fiel à sua promessa da mesma forma que o Senhor foi quando respondeu ao seu pedido, e então ela o entregou ao serviço do Senhor por todos os dias de sua vida.


Muitos de nós, ao contrario do exemplo de Samuel, temos sido inconstantes em suas decisões, entregando-se e voltando atrás. Consagração implica em uma decisão firme e permanente, entrega por todos os dias da vida, não é hoje sim e amanhã não.


A Túnica de Linho ( Samuel 2:18 ).


Este é o segundo aspecto que caracteriza a verdadeira consagração a Deus. A Túnica Linho é a veste específica para os sacerdotes a quem o Senhor chamou, os que se consagram. 


Será que você já tem esta vestimenta? Não se trata de uma vestimenta externa, na aparência, mas de uma veste espiritual, um modo de vida que glorifica a Deus, e que onde quer que você vá leva a Glória de Deus sobre a sua vida. Quando você se consagra, a unção de Deus fará a diferença na sua vida. 


Constante Crescimento espiritual ( I Samuel 2:26 ).


Quando você se consagra a Deus, cresce. Crescimento espiritual e frutos para Deus são sinais de consagração, ao passo que estagnação, decadência espiritual e uma vida sem frutos demonstram uma vida espiritual morna.


Samuel crescia em graça diante de Deus e dos homens, por causa de sua santidade e da separação diante de Deus.


Ouvir a Voz de Deus.


A Bíblia diz em Hebreus 12:14 que sem santidade ninguém verá o Senhor. Devido à sua consagração, Samuel vivia em santidade em com isso foi capaz de ouvir a voz de Deus o chamar, o que ele atendeu prontamente, dizendo : Eis-me aqui!


Deus quer nos usar, quer fazer de nós instrumentos de benção na terra, mas para isso é necessário que sejamos homens e mulheres santos, capazes de ouvir a voz de Deus, para então obedecê-lo, deixando-nos ser usado por Ele. É necessário que a vida de consagração seja uma decisão firme todos os dias de nossa vida, seja algo natural e espontâneo dentro de nós, e para isso, três aspectos devem ser levados em consideração:


Consagração é por amor.


A decisão de consagração é uma atitude decorrente do amor para Deus, algo que brota espontaneamente no coração daqueles que desejam agradar ao próprio Deus, reconhecendo-o e correspondendo ao Seu amor. Não é por peso ou por obrigação, mas por uma decisão pessoal que produz alegria. 


A Palavra de Deus em nenhum momento expressa obrigação, pois Deus respeita o poder de decisão que ele entregou a cada um, porém, ao dizer …”tudo me é permitido, mas nem tudo me convém”…, atesta que cabe ao homem o poder de optar por aquilo que é conveniente ou não. Porque eu amo a Deus, eu me separo para Ele, e me separo daquilo que não é conveniente.


Consagração é como um casamento.


A Bíblia nos apresenta como a “Noiva de Cristo”, e nos chama a nos santificarmos, como preparação para este casamento. Toda noiva quer se preparar da melhor forma para seu casamento, motivada pelo amor que ela tem pelo seu noivo. 


Jesus, ao subir naquela cruz demonstrou a maior, mais profunda e verdadeira expressão de amor por nós, e ali estabeleceu uma aliança eterna conosco. Quando somos capazes de contemplar a cruz de Jesus e a sua entrega por nós, brota em nosso coração o amor de Deus, e movido por esse amor, passamos a desejar fazer aquilo que agrada ao noivo, fazer de tudo para agradá-lo. 


Como todo casal, com Ele somos um, e aquilo que faço para Ele faço para mim mesmo.


Jesus, o maior exemplo de consagração e amor.


Somos alvos da maior história de amor de todos os tempos. A expressão de amor de Jesus por nós naquela cruz supera qualquer sentimento e atitude que alguém possa ter por amor. Ele deixou tudo o que tinha por amor, abriu mão te tudo por amor, e nos deu tudo o que tinha de mais precioso por amor. 


Jesus nos deixou o maior exemplo, nos ensinou o quanto vale a pena estar consagrado para fazer a vontade de Deus. Por causa de sua consagração ele conquistou tudo por nós, e recebeu em troca o maior nome, a maior honra, a maior autoridade.



 Escrito por Adorador às 17h26
[] [envie esta mensagem] []




DIGA "EIS-ME AQUI PARA DESCOBRIR QUEM VOCÊ É

Olá mundo!

Graça e paz a todos! Que a graça de Deus se manifeste com abundância em sua vida!!!

Hoje trago um post sobre RENÚNCIA, retirado do livro de Tommy Tenney - "Fontes secretas de poder." Uma verdadeira riqueza para quem lê e coloca em prática na sua vida!

Êxodo. 3

É Moisés descobriu que o processo de entrega pode­ria transformar seus pontos fortes em pontos fracos, e vice-versa. Quando Moisés virou-se para examinar a sarça ardente no monte Sinai, Deus o chamou do meio da sar­ça, e Moisés disse: "Eis-me aqui" (Êx 3.4b). Somente sete versículos depois é que Moisés diz: "Quem sou eu..." (Êx 3.11b).

Você jamais descobrirá quem você é até que diga a Deus: "Eis-me aqui". Devemos oferecer-nos, em primeiro lu­gar. Não é uma boa idéia tentarmos descobrir a vontade de Deus primeiro e, depois, decidirmos se estamos dis­postos ou não. Devemos oferecer-nos de modo incondi­cional e simplesmente dizer: "Eis-me aqui". É isso que significa entregar-se a Ele, e é isso que libera o poder de Deus em nossa vida.

Deus teve paciência com seu relutante libertador. Moisés não começou abrindo o mar Vermelho. Teve de começar dando passos curtos e experimentais de fé para entregar seus temores e tomar posse da capacitação de Deus. "Moisés, o que tem nas mãos?", perguntou Deus. Sabemos que era apenas uma vara, um cajado de pastor, uma simples vareta. Contudo, essa vara transformou-se em um milagre quando Moisés a soltou respondendo à ordem de Deus. Quando a vara deixou de ser um mila­gre? O milagre acabou e voltou-se ao natural quando Moisés tornou a segurá-la. Este é o poder da entrega.

Era costume de um pastor no tempo de Moisés e Davi talhar e gravar suas experiências ou história pesso­al no seu cajado. Então, o cajado era passado de geração em geração como um objeto de herança da família. Quan­do Deus disse a Moisés: "Dê-me seu cajado", foi como se ele estivesse dizendo: "Dê-me seu passado." Ele era o último símbolo de autoridade.

Moisés deixou seu cetro no Egito. Enquanto isso, o cajado era o símbolo de sua autoridade sobre aquelas ovelhas a balir. Deus agora estava dizendo: "Dê-me sua autoridade! Jogue-a ao chão também." Moisés poderia ter dito: "Tu já tiraste tudo de mim. Preciso deste cajado para apoiar-me"; entretanto, ele optou por entregar seu passado e aceitar a vontade de Deus.

O Senhor diz a cada um de nós: "Largue seu cajado, se deseja ser o que quero que você seja." É nesses mo­mentos que descobrimos o poder da entrega. Somente quando todas as coisas e todos, exceto Deus, se foram é que percebemos que Deus é suficiente.

 

Para Subir, É Preciso Descer; Para Viver, É Preciso Morrer

Jesus disse: "Se alguém quiser ser o primeiro, será o último, e servo de todos" (Mc 9.35b).

Na economia de Deus é assim: Para subir, é preciso descer; para viver, é preciso morrer. Para receber, é preciso dar, uma vez que as leis do Reino são inversas às leis deste mundo. De acordo com a lei, na sombra do Egito você deve agarrar-se e subir, independentemente de quem seja a pessoa em quem esteja pisando. Essa lei simplesmente não fun­cionará se você a trouxer para o contexto da igreja de Cristo você tem de soltar seu cajado.Deus espera que façamos algumas coisas em favor de nós mesmos, mas, algumas vezes, perdemos o con­trole e tentamos fazer tudo em favor de nós mesmos. Devemos substituir nossa resistente compulsão por fa­zer coisas em prol de nós mesmos por uma disposição de "desprender-nos delas". O pecado teve início porque o diabo disse: "Eu quero." A redenção surgiu porque Jesus disse: "Não seja feita a minha vontade, mas a tua" (Lc 22.42b).

Paulo sabia como entregar coisas a Deus. Ele disse: "Assim, de boa vontade, por amor de vocês, gastarei tudo o que tenho e também me desgastarei pessoalmente. Visto que os amo tanto, devo ser menos amado" (2 Co 12.15). Paulo não estava oferecendo uma coisinha aqui e outra lá, uma coisinha agora e outra depois. Estava oferecendo tudo que tinha, sem reservas.

 

Um coração quebrantado tu não rejeitas oh Deus!!

Diante do trono, prostrado,

Danilo Dias

 



 Escrito por Adorador às 18h20
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
 


BRASIL, Norte, PALMAS, Homem, de 15 a 19 anos, Portuguese, Fazer a vontade de Deus.


 





 Todas as mensagens
 Evento



 UOL - O melhor Conteudo
 DIANTE DO TRONO
 Pra. LUDMILA FERBER
 CIFRAS
 ORKUT
 VASOS PARA A HONRA - Ap. Dawidh Alves
 HILLSONG MUSIC
 MINISTÉRIO FILHOS DO HOMEM
 VOLTEMOS AO EVANGELHO
 MENSAGEM EVANGÉLICA
 BLOG MININA DOS OLHOS DE DEUS
 SANTA GERAÇÃO
 PROFETAS DA DANÇA
 DAVID QUINLAN
 JULIANO SON - LIVRES PARA ADORAR
 EVANGELISMO EM SLIDES
 SITE LUCAS SOUZA



 Dê uma nota para meu blog